Escola

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O NOSSO SITE OFICIAL

Endereço e contatos:

UNIDADE I - Rua. Tab. Eurydice de Barros Esteves, 156, Mangabeira I, João Pessoa, Paraíba 58055-450, Brasil

Contatos:
Oi (83)98740-2530 (WhatsApp)
Tim (83)99966-6875
Claro (83)99102-3221
Vivo (83)98101-7208

Sobre o fundador... Visite as redes sociais do Prof. Elvis Chaves...

E-mail: profelvischaves@yahoo.com.br
Blog
Site oficial
Facebook
Google+

YouTube

Use o GPS:


FAÇA SUA BUSCA NO BLOG AQUI

sexta-feira, 14 de março de 2014

Algumas regras básicas para um bom dedilhado.

  • Toque a nota mais alta no trecho com o dedo mínimo da mão direita.
  • Toque a nota mais baixa do trecho com o polegar da mão direita.
  • Quando você tiver colocado o polegar ou o dedo mínimo na nota mais alta ou na mais baixa do trecho, use o dedo mais conveniente em cada tecla ao tocar as notas anteriores e posteriores a tecla correspondente a nota mais alta ou mais baixa.
  • Se não houver dedos suficientes para todas as notas, volte e tente esticar a mão para distribuí-los sobre uma área mais ampla do teclado. Se você estiver se distanciando do centro do teclado, tente cruzar o polegar por baixo da mão. Se você estiver indo em direção ao centro do teclado, experimente cruzar os demais dedos por sobre o polegar.
  • Nunca use o dedo mínimo antes de chegar a nota mais alta na mão direita ou a mais baixa na esquerda. Se assim o fizer, a mão terá que dar um salto desajeitado ao trocar de posição.
  • Experimente diversos dedilhados diferentes para os trechos complicados. Escolha o que parecer mais natural para a mão.
  • Uma vez escolhido o melhor dedilhado para um trecho, anote os números dos dedos a lápis acima ou abaixo das notas na partitura.
  • Use sempre o mesmo dedilhado ao treinar uma outra música.
Muito dos exercícios e partituras deste curso tem sugestões de dedilhado, mas esteja à vontade para usar dedilhados diferentes se funcionarem melhor para você. O bom dedilhado lhe dará mais suavidade ao tocar, o ajudara a aprender uma música com mais rapidez e lhe dará mais segurança para que os dedos não escorreguem ou toquem a tecla errada.

Para ajudá-lo a usar o dedo correto em cada tecla, damos números aos dedos. Os números dos dedos estão escritos abaixo das notas de algumas partituras. Coloque a mão sobre qualquer grupo de cinco notas, mantendo cada dedo acima de uma tecla. Treine a numeração dos dedos tocando as teclas com o dedo correto conforme indicado for indica pelo professor.


Como já foi dito antes, tocar um Teclado Arranjador é muito semelhante a tocar Piano. No entanto, algumas técnicas adicionais são necessárias para se tocar Teclado Arranjador de forma adequada. Elas incluem:
  • Técnicas de teclado (Dedilhado)
  • Técnicas de registração (Programação do instrumento).
Tocar teclado exige tais técnicas porque o mesmo pode, dependendo do timbre escolhido, produzir o som de modo diferente do piano. Quando se toca uma tecla do piano, a nota soa, abaixa de volume e continua durante alguns segundos depois de se soltar a tecla. No teclado, ao se tocar uma tecla, a nota poderá continuar com o mesmo volume até que seja solta, o que faz com que o som se interrompa imediatamente.

Para atingir-se um som suave e limpo, e necessário apertar cada tecla com firmeza e liberá-la exatamente no mesmo instante em que se aperta a tecla seguinte. Algumas técnicas que ajudam a se fazer isso são: Troca de dedos, Cruzamento de dedos e Glissando. Use qualquer combinação de técnicas para ajudá-lo na passagem de uma tecla a próxima mantendo as notas.
  • Troca de dedos: Se um dedo que já está tocando uma tecla for necessário para tocar uma outra, coloque outro dedo na tecla e, a seguir, mova o primeiro dedo para a tecla que será tocada em seguida.
  • Cruzamento de dedos: Para tocar uma tecla adjacente, ao invés de substituir os dedos, normalmente é melhor cruzar um dedo mais longo sobre um mais curto ou um mais curto sob um mais longo.
  • Glissando ou Glissar: Chama-se glissando ao deslizar de um dedo de uma tecla para outra. Apesar de esta técnica poder ser utilizada para se mover o dedo de uma tecla branca para outra, ela é mais adequada para quando se desliza o dedo de uma tecla preta para uma branca adjacente ascendente ou descendente.
Exercícios de Digitação para Iniciantes

O teclado, assim como qualquer instrumento musical exige treino não só teórico, mas prático. A maior dificuldade no início é ganhar uma boa coordenação e destreza nos dedos, assim como a independência das duas mãos. Se é novato no teclado e já alguma vez experimentou, deve ter notado que ter essa coordenação parece uma coisa impossível. Pois tenho boas notícias, não só é possível como qualquer um pode fazer, mas com três condições...treino, treino e TREINO!
 
Vamos ensinar agora alguns exercícios de digitação para iniciantes que vão ajudar você a ganhar destreza nos dedos e coordenação motora. Lembre-se que de início vai parecer muito complicado, mas se tirar todos os dias meia hora para treinar, ficará impressionado com o seu desenvolvimento.

Vamos atribuir um número a cada dedo das mãos. Depois mostraremos o teclado do piano e colocará os dedos nas teclas como indicado na imagem. Em seguida aparecerá uma sequência de números que indicam a sequência que deverá tocar. Os dedos terão então o número um para o polegar, o número 2 para o indicador, o número 3 para o dedo médio, o número 4 para o anelar e o número 5 para o mindinho.

Agora colocará as duas mãos em cima do teclado do piano como mostra a imagem:
 
Encontre o Dó central (Dó3) no teclado e coloque o dedo 1 da mão direita em cima dele, e os restantes dedos nas teclas subsequentes. A mão esquerda ficará uma oitava abaixo. Relaxe os dedos e mantenha-os encostados nas teclas. Concentre-se em mexer apenas os dedos para tocar as notas desejadas. Começaremos pela mão direita, faça os exercícios lentamente e com muita paciência, aumente a velocidade quando estiver seguro e confortável:

Mão direita: 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 4 - 3 - 2 - 1 Repita a sequência até se sentir confortável.

Mão esquerda: 5 - 4 - 3 - 2 - 1 - 2 - 3 - 4 - 5 Quando já se sentir confortável comece a tentar fazer com ambas as mãos simultaneamente:

Mão direita: 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 4 - 3 - 2 - 1

Mão esquerda: 5 - 4 - 3 - 2 - 1 - 2 - 3 - 4 - 5

Repita os exercícios até se sentir seguro e confortável. Tenha calma e seja persistente, ga-ranto que chegará lá rapidamente.

Quando se sentir confortável com a sequência anterior faça a seguinte com a mão direita:

Mão direita: 1 - 3 - 2 - 4 - 3 - 5 - 4 - 2 - 3 - 1

Esta sequência é um pouco mais complexa, mas é um ótimo exercício para ganhar coorde-nação motora dos dedos.

Mão esquerda: 5 - 3 - 4 - 2 - 3 - 1 - 2 - 4 - 3 - 5

Novamente, quando se sentir confortável com cada mão comece a fazer com ambas em simultâneo:

Mão direita:        1 - 3 - 2 - 4 - 3 - 5 - 4 - 2 - 3 - 1

Mão esquerda:    5 - 3 - 4 - 2 - 3 - 1 - 2 - 4 - 3 - 5

Faça estes exercícios até se sentir seguro e confortável, vá aumentando a velocidade à medida que melhorar, assim você ganhará a coordenação necessária.


Um comentário:

  1. Legal! O Blog proporciona e facilita o aprendizado. São curiosidades que, muitas vezes, passam despercebidas e que, nos enriquecem bastante. Obrigada e, mais uma vez, parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir

Loading...