Escola

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O NOSSO SITE OFICIAL

Endereço e contatos:

UNIDADE I - Rua. Tab. Eurydice de Barros Esteves, 156, Mangabeira I, João Pessoa, Paraíba 58055-450, Brasil

Contatos:
Oi (83)98740-2530 (WhatsApp)
Tim (83)99966-6875
Claro (83)99102-3221
Vivo (83)98101-7208

Sobre o fundador... Visite as redes sociais do Prof. Elvis Chaves...

E-mail: profelvischaves@yahoo.com.br
Blog
Site oficial
Facebook
Google+

YouTube

Use o GPS:


FAÇA SUA BUSCA NO BLOG AQUI

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Figuras rítmicas.

Esta é a parte mais complicada da leitura de partituras, pois é a forma de determinar com precisão a duração de cada som. Porém devemos ter tranquilidade de assimilar aos poucos cada figura rítmica e treinar a leitura sempre partindo de coisas bem simples, melhorar o reflexo e ir complicando aos poucos.

Vamos entender agora a lógica das figuras rítmicas e como usar cada uma delas. As figuras rítmicas são apresentadas em ordem decrescente de duração e podem conter até três partes distintas em sua forma:

Veremos agora todas as figuras começando pela mais longa até chegar à de menor duração.

Semibreve - A Semibreve é a figura de maior duração usada atualmente. Sua forma consiste em um pequeno círculo apenas contornado (sem preenchimento). Ou seja ela possui apenas a cabeça, não tem haste e nem colchete. A semibreve é identificada pelo algarismo 1.

Mínima - A Mínima possui a cabeça branca unida a uma haste e também não possui colchete. Sua duração é a metade da duração da semibreve. Ou seja, onde cabe uma semibreve, podemos ter duas mínimas ocupando a mesma duração. A mínima é identificada pelo algarismo 2. Observe que a posição da haste pode variar de acordo com a posição da cabeça no pentagrama. Com a cabeça da figura abaixo da linha central, a haste fica à sua direita e voltada para cima, com a cabeça acima da linha central, a haste fica à sua esquerda e voltada para baixo. Esta é uma regra geral aplicada quando não temos a sobreposição de notas simultâneas. Isto deixa a partitura visualmente mais limpa e organizada.

Semínima - A Semínima é formada com a cabeça preta (toda preenchida) mais a haste. Sua duração equivale à metade do valor da mínima e a ¼ do valor da semibreve. Ou seja, onde cabe uma semibreve ou duas mínimas, podemos por quatro semínimas ocupando a mesma duração. A semínima é identificada com o algarismo 4.

Colcheia - A colcheia é formada pela cabeça preta, mais haste, mais um colchete. Ela vale a metade da semínima ou ¼ da mínima ou 1/8 da semibreve. O algarismo que identifica esta figura é o 8

Semicolcheia - A semicolcheia é semelhante à colcheia, porém com dois colchetes. Seu valor é a metade do valor da colcheia e ela é identificada com o número 16.

Fusa - A fusa é uma figura ainda mais ágil que possui a forma semelhante à da colcheia, porém com três colchetes. Sua duração equivale à metade do valor da semicolcheia. A fusa é identificada pelo número 32.

Semifusa - A semifusa é a figura mais rápida de todas. Com a forma semelhante à da colcheia ela se difere por conter quatro colchetes. Sua duração é a metade da Fusa e é identificada pelo número 64.



Quadro comparativo de valores positivos

Cada nível desta árvore de figuras musicais de valor positivo (som) exibe a duração proporcional de valores. No topo está a figura principal, abaixo a figura que vale metade, e assim sucessivamente.


Semibreve - Unidade de valor = 1/1
Mínima - Metade da semibreve = 1/2 da semibreve
Semínima - Quarta parte da semibreve = 1/4 da semibreve
Colcheia - Quarta parte da semibreve = 1/8 da semibreve
Semicolcheia - Oitava parte da semibreve = 1/16 da semibreve

Estas são as figuras de valor mais comuns – cada figura seguinte tem exatamente metade do valor da figura anterior.

Correspondência de valores das figuras musicais



Representação gráfica da equivalência de valores entre as figuras musicais de valor




Quadro comparativo de valores negativos

Cada nível desta árvore de figuras musicais de pausa (duração do silêncio) exibe a duração proporcional dos valores negativos. No topo está a figura principal de pausa, abaixo a figura que vale metade, e assim sucessivamente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...