Escola

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O NOSSO SITE OFICIAL

Endereço e contatos:

UNIDADE I - Rua. Tab. Eurydice de Barros Esteves, 156, Mangabeira I, João Pessoa, Paraíba 58055-450, Brasil

Contatos:
Oi (83)98740-2530 (WhatsApp)
Tim (83)99966-6875
Claro (83)99102-3221
Vivo (83)98101-7208

Sobre o fundador... Visite as redes sociais do Prof. Elvis Chaves...

E-mail: profelvischaves@yahoo.com.br
Blog
Site oficial
Facebook
Google+

YouTube

Use o GPS:


FAÇA SUA BUSCA NO BLOG AQUI

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Valores ímpares ou fracionados.

Como vimos, a proporção da duração das figuras rítmicas varia em razão de dois. Quer dizer, temos uma figura que recebe o valor de um pulso, a próxima figura mais longa que esta valerá dois pulsos, e a próxima valerá quatro pulsos. Certo? E as figuras de valor menor que aquela primeira, valem respectivamente a metade, um quarto, um oitavo do pulso, etc.

Mas, como escrever uma figura de valor ímpar ou fracionado? Como fazer uma figura que dura três tempos ou um tempo e meio apenas?

É para isso que serve o Ponto de Aumento.

É um pontinho que se coloca à direita da cabeça da figura indicando que se deve somar a metade do valor desta mesma figura à sua duração total.


Portanto, se o valor normal da mínima é de 2 tempos, a mínima pontuada valerá 3 tempos: 2 tempos da mínima mais a metade deste valor (1 tempo), totalizando três tempos de duração. 

Outro exemplo: Se a gente acrescenta um pontinho a uma semínima que valia um pulso, ela passa a valer um pulso mais a metade deste valor. A metade de um é meio, logo a semínima pontuada valerá um pulso e meio.

Desta forma é possível escrever notas com qualquer duração, seja valores longos que duram o compasso todo, seja par ou ímpar, seja valores fracionados.

Na página seguinte, temos um exemplo de aplicação do ponto de aumento. Acompanhe a leitura da partitura...


Duplo Ponto de Aumento

Assim como o Ponto de Aumento, o Duplo Ponto também aumenta o valor das figuras. Da seguinte forma: O Primeiro Ponte aumenta metade do valor da figura em questão e o Segundo Ponto aumenta a metade do valor do Primeiro Ponto. Observe os exemplos abaixo:




Ligaduras de duração ou prolongamento

Outra possibilidade para anotar sons de duração impar ou fracionada é ligar duas ou mais figuras de mesma altura somando assim os seus valores. A duração da nota será a soma das figuras.

Isso é muito útil pois é a única forma de escrever uma nota cuja duração atravessa a divisão dos compassos. Ou seja, mesmo se nosso compasso for de três tempos, podemos escrever uma nota que vale quatro, cinco, seis tempos, ou mais. Para isso, basta desenhar uma linha curva ligando a cabeça de duas figuras. Mas, veja bem, para ligar duas notas somando assim as suas durações elas tem de ter a mesma altura. Ou seja, tem de ser a mesma nota.


Apenas a primeira nota é atacada e sua duração soma-se com as outras figuras ligadas.

Podemos usar essa ligadura de duração para somar quaisquer figuras. Por isso, a ligadura é uma opção ao uso do ponto de aumento. Pois uma mínima pontuada tem o mesmo valor que uma mínima ligada a uma semínima. As duas possibilidades de escrita são corretas e fica a critério do músico escolher a forma que julgar mais simples ou mais fácil de ler.

A seguir, temos uma partitura com exemplo do uso das ligaduras de duração...

Quando temos duas notas vizinhas e simultâneas em um mesmo acorde, deve-se inverter a posição da cabeça de uma delas em relação à haste para tornar a leitura mais clara.


Como vemos neste exemplo é possível associar todos estes recursos. Podemos ligar notas pontuadas a notas não pontuadas, notas melódicas ou notas de um acorde. Não há restrições neste sentido. Desde que não acarretem em contradições lógicas, os símbolos devem ser empregados para que o compositor ou o músico que escreve a partitura seja capaz de registrar a sua ideia musical com a maior precisão possível.

Fermata, é um sinal que se escreve sobre a nota para sustenta-la por um tempo que corresponde aproximadamente ao dobro do seu valor. É também conhecida por Suspensão em italiano, significa parada. Trata-se de um sinal colocado sobre a nota ou pausa, indicando que devemos sustentá-la em aproximadamente 1/2 do valor da figura que a antecede, embora na maior parte das vezes essa duração fique a critério do intérprete.

Quando colocado sob ou sobre uma pausa e chamado de Suspensão, tendo o mesmo efeito de uma fermata.

Uma fermata colocada sobre a barra do compasso indica uma interrupção entre os dois compassos.

Importante, quando colocada sobre ou sob uma pausa recebe nome de Suspensão.

Legato, e representado por uma linha curva que se coloca abaixo ou acima de várias notas, indicando que todo o trecho onde estiver a Ligadura, deverá ser executado ligado, sem interrupção ou cortes dos sons. É indicado também pela palavra Legato.

O legato não é uma técnica, mas um conjunto de maneiras de tocar as notas, de acordo com o instrumento. É indicado na partitura por uma linha curva, colocada acima ou abaixo das notas, ou pela palavra "legato". O resultado a ser obtido é sempre uma ligação de notas sucessivas num movimento contínuo. Os instrumentistas de sopro e os cantores devem se abster de inspirar ou expirar, no meio de uma frase, enquanto os instrumentistas de arco deverão efetuar um único movimento contínuo com o arco. No piano, não se deve largar uma tecla enquanto a outra não for acionada. No violão, no caso de as notas estarem na mesma corda, o legato é feito exclusivamente com a mão esquerda, martelando ou pinçando a corda, se o movimento for, respectivamente, ascendente ou descendente.

O legato consiste em ligar notas sucessivas, de modo que não haja em sua execução nenhum silêncio entre elas. Opõe-se a staccato.


Staccato ou Destacado - designa um tipo de fraseio ou de articulação no qual as notas e os motivos das frases musicais devem ser executadas com suspensões entre elas, ficando as notas com curta duração.

É uma técnica de execução instrumental ou vocal que se opõe ao legato. É representado por um ponto sobre ou sob uma ou mais notas indicando que os sons são articulados e secos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...