Escola

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O NOSSO SITE OFICIAL

Endereço e contatos:

UNIDADE I - Rua. Tab. Eurydice de Barros Esteves, 156, Mangabeira I, João Pessoa, Paraíba 58055-450, Brasil

Contatos:
Oi (83)98740-2530 (WhatsApp)
Tim (83)99966-6875
Claro (83)99102-3221
Vivo (83)98101-7208

Sobre o fundador... Visite as redes sociais do Prof. Elvis Chaves...

E-mail: profelvischaves@yahoo.com.br
Blog
Site oficial
Facebook
Google+

YouTube

Use o GPS:


FAÇA SUA BUSCA NO BLOG AQUI

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Qual é a melhor idade para aprender música?

Sua hora já passou?

Música é uma das melhores atividades que qualquer pessoa pode fazer. Sou um pouco suspeito para falar, já que sou apaixonado pela área, mas estudos mostram vários benefícios associados com a pratica musical.

Contudo, não podemos negar que música não é fácil. E nos momentos de dificuldade, durante as práticas, uma pergunta que vem na cabeça das pessoas: “será que não estou muito velho para aprender isso?”. Essa dúvida infelizmente afasta algumas pessoas, especialmente com a ideia popular de que crianças aprendem melhor e que adultos são ruins de aprendizado. Nesse texto, vamos esclarecer tudo isso.

Você vai entender:

  • As duas grandes vantagens que as crianças têm na música;
  • O que os adultos têm de diferente;
  • A melhor hora para começar a estudar música;
Parece interessante?
 
Vamos começar!

As crianças, os adultos e a música

Não dá para negar a relação da idade e da música, especialmente se olharmos para a vida dos grandes músicos. Grande parte deles se destacou por realizar feitos bem cedo na vida, recebendo o título de prodígios. Um bom exemplo é o Mozart, que tinha composto a primeira sinfonia aos 8 anos de idade, quando já estava em turnê pela Europa.

Vamos olhar o que os cientistas, pesquisadores dedicados a estudar a área, têm a dizer a respeito.

Qual é a relação da idade e da música?

Vamos olhar o exemplo da língua estrangeira

Uma forma de entendermos o aprendizado da música é olhar uma atividade paralela e muito bem documentada: o aprendizado de línguas.

Como a música, na cultura popular, diz-se que crianças são melhores em aprender línguas do que adultos. Até existem várias escolas de línguas em que se coloca crianças que nem sabe falar português para estudar uma língua estrangeira.

Mas a verdade é que crianças não são melhores em aprender um segundo idioma do que adultos.
A pesquisa original, na realidade, aponta que crianças tem uma vantagem na aquisição de sotaque nativo de uma segunda língua graças às cordas vocais e aos músculos responsáveis pela fala serem maleáveis, por não estarem completamente formados. E a forma a qual são expostas à nova língua, num ambiente descontraído e com brincadeiras, também ajuda.

Na área do aprendizado de línguas, imaginava-se que as crianças eram melhores para aprender, mas na realidade, elas possuem vantagem em uma parte do processo (adquirir sotaque nativo).

Será que na música não acontece o mesmo?

As duas vantagens das crianças no aprendizado de música

De modo similar, para o aprendizado de música, as crianças possuem algumas vantagens que os adultos não têm.
Em primeiro lugar, a formação muscular está incompleta. Os músculos responsáveis pela voz e pela coordenação fina dos membros levam muitos anos para se chegar ao estágio final. Até esse momento, eles são mais maleáveis. Para o canto, isso ajuda as crianças a experimentarem um intervalo maior de voz. No caso dos instrumentos, facilita o aprendizado muscular dos movimentos necessários para tocar.
A segunda grande vantagem que as crianças têm no aprendizado da música é o tempo disponível para praticar. Afinal de contas, elas não só possuem mais tempo livre durante o dia como possuem mais anos disponíveis. Basta comparar: alguém que começou a praticar o piano com 5 anos de idade, ao chegar no final da adolescência, possuirá 15 anos de prática. E claro, tempo de prática conta.
Se seu objetivo é fazer parte do grupo dos melhores músicos do mundo, por exemplo, a média de prática em um famoso estudo de aprendizado foi 10 mil horas. Isso explica porque essas pessoas normalmente começam tão cedo.

E os adultos, têm alguma vantagem na música?

Sim!

Aprendizados em idades diferentes acontecem de modos diferentes. Enquanto as crianças possuem a flexibilidade muscular e tempo disponível, adultos possuem desenvolvimento cognitivo e experiências anteriores.

Deixe-me explicar esses dois. A capacidade cognitiva de um adulto é muito maior, ou seja, ele é capaz de enxergar o problema, identificar dificuldades que está sentindo, buscar mais informações a respeito dos problemas e afins. Uma criança consegue fazer muito pouco disso, até porque, dependendo da idade, a música pode ser a primeira coisa que ela está aprendendo.

Ao contrário do adulto, que com certeza já aprendeu outras atividades, (cozinhar, andar de bicicleta, ou dirigir, por exemplo), e sabe as estratégias mentais para lidar com o desconhecido e o que fazer a respeito.

Outro ponto que favorece os adultos são as experiências prévias. A velocidade do aprendizado está muito relacionado com sua experiência prévia na área. Mesmo que nunca tenha tocado um instrumento, a destreza que você obteve da escrita, da direção e de outras atividades manuais contribuem na hora de pegar um instrumento. A esse tipo de destreza as crianças não têm acesso.

Sim, finalmente, qual é a melhor idade para aprender música?

Se você deseja competir com os melhores do mundo, entrando em uma orquestra famosa, como a de Nova York ou de Berlim… sinto lhe dizer, mas sua hora já passou.

Para estar no grupo dos 10, 20 melhores músicos do mundo, você precisa ter começado muito cedo (3, 4 anos de idade) e ter praticado sem parar desde então.

Mas, se seu objetivo não é esse…

Se você quer música porque gosta e quer trabalhar como profissional na área…
Ou deseja tocar em uma banda de modo casual, nos finais de semana… Ou mesmo fazer música para se divertir, sem compromisso…

Eu tenho uma boa notícia. A melhor hora para começar é agora! Começar a praticar um instrumento “é o equivalente para o cérebro a malhar o corpo inteiro”. Melhora sua memória, sua capacidade de resolver problemas, sua leitura… e muito mais. Se você estava com receio de começar até hoje porque pensava que “não dava mais tempo”, é hora de mudar essa mentalidade e colher os benefícios incríveis de tocar um instrumento. Sem falar do prazer de tocar/ouvir música!

E você, já começou?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...