Escola

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O NOSSO SITE OFICIAL

Endereço e contatos:

UNIDADE I - Rua. Tab. Eurydice de Barros Esteves, 156, Mangabeira I, João Pessoa, Paraíba 58055-450, Brasil

Contatos:
Oi (83)98740-2530 (WhatsApp)
Tim (83)99966-6875
Claro (83)99102-3221
Vivo (83)98101-7208

Sobre o fundador... Visite as redes sociais do Prof. Elvis Chaves...

E-mail: profelvischaves@yahoo.com.br
Blog
Site oficial
Facebook
Google+

YouTube

Use o GPS:


FAÇA SUA BUSCA NO BLOG AQUI

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Regras para quem vive ou quer viver de música.

A tal “Vida de Músico”, para grande maioria de nós, não é fácil. A batalha é dura em nome de um ideal que ultrapassa o interesse financeiro (pelo menos no meu caso e de muitos músicos que conheço). Um ideal que seguimos com uma fé quase inabalada, com garra e vontade de ven-cer. E querem saber? Nós fazemos, SIM, a diferença nesse mundo. Nossa profissão é linda, ilumi-nada, sagrada. Nós tornamos esse mundo melhor, mais feliz e habitável. Porém, há uma grande diferença entre músico AMADOR e músico PROFISSIONAL. Se você pretende se profissionalizar e viver exclusivamente da música, eis algumas regras (de bom senso, inclusive):
  • Nunca se submeta a qualquer coisa para divulgar sua arte: antes que ser valorizado por ou-tros, você é quem deve valorizar seu trabalho e se valorizar como pessoa e artista. Não to-que de graça para donos espertalhões de bares ou casas noturnas que pedem show “na faixa” para você mostrar seu trabalho e quem sabe ser contratado por um cachê X depois. Você pode não ser chamado de novo, pois sempre aparecem outros para tocar de graça. E se rolar, você não será realmente valorizado ou respeitado, visto que já “mostrou os fundi-lhos”.
  •  Se você é músico, aja como tal: estude, pratique bastante: seja instrumento ou voz. Para subir num palco, se vista de forma adequada. Não vá tocar com a mesma roupa que você usa para comprar pão na padaria de manhã.
  • Seja pontual: isso fará com que seu contratante veja que você leva seu trabalho (e o esta-belecimento dele) a sério.
  • Faça manutenção constante em seus equipamentos e instrumentos. Tenha sempre encor-doamentos reservas, fusíveis extras para seus amplificadores, cabos funcionando… Antes de sair de casa, faça um check-up e verifique se não está faltando nada, pois a falta de um pequeno item pode prejudicar irremediavelmente sua apresentação.
  • Não abuse da camaradagem de seu contratante (sim, existem os legais) e consuma somen-te o que for oferecido. Durante ou antes do show, álcool com moderação: o palco é nosso ganha pão e por mais que a arte nos proporcione um trabalho menos burocrático, não dei-xa de ser trabalho. Tenha postura, permaneça sóbrio. Músico não tem que ser bebum e is-so é ridículo.
  • Por último, um conselho de quem vive exclusivamente da música há mais de 20 anos: te-nha dignidade – com seus colegas de profissão, consigo mesmo e com sua arte. Não se su-jeite a qualquer coisa para fazer sucesso. Seja honesto. Cante e toque o que sair de seu co-ração e não o que for mais fácil para alcançar o sucesso rápido e possivelmente descartá-vel. No futuro, mesmo que não alcance a grande mídia ou ganhe rios de dinheiro, você se sentirá orgulhoso de seu legado. Ninguém dirá que você foi uma farsa. Pode acreditar – fa-lo por experiência própria.
E que Deus nos abençoe, pois, a música é algo divino.

Texto de Silvinho Fernandes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...