Escola

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O NOSSO SITE OFICIAL

Endereço e contatos:

UNIDADE I - Rua. Tab. Eurydice de Barros Esteves, 156, Mangabeira I, João Pessoa, Paraíba 58055-450, Brasil

Contatos:
Oi (83)98740-2530 (WhatsApp)
Tim (83)99966-6875
Claro (83)99102-3221
Vivo (83)98101-7208

Sobre o fundador... Visite as redes sociais do Prof. Elvis Chaves...

E-mail: profelvischaves@yahoo.com.br
Blog
Site oficial
Facebook
Google+

YouTube

Use o GPS:


FAÇA SUA BUSCA NO BLOG AQUI

sexta-feira, 21 de julho de 2017

O truque dos truques para aprender piano/teclado.

Você ainda quer aprender piano ou desenvolver sua habilidade, certo?

Quer tocar bem, sentindo segurança que está fazendo da melhor maneira?

Isso seria bom, não?

Bom, eu tenho absoluta certeza que sempre pode existir uma maneira mais eficaz de aprender as coisas. Principalmente para alcançar a tão almejada segurança. O que acho um tanto esquisito, é o pensamento voltado para "truques" que alguns alunos e professores têm.

Existem várias escolas de ensino de piano e teclado que dizem ter descoberto a "ciência" por trás do aprendizado… que o passado era mergulhado em trevas, mas agora, com a neurociência, podemos hackear nosso cérebro para aprender melhor…

Caramba! Como essa palavra "hackear" me deixa desanimado com a humanidade. Agora viramos computadores: memória ram, HD, processador, blá, blá, blá...

Eu também gosto de dizer pra todo mundo que ensino de uma maneira eficaz. Mas não digo apenas isso. Digo também que por trás desses truques existe "o" grande truque, a sacada genial para te levar às alturas (estou bom em frases de efeito, hein?).

E qual é esse truque dos truques?

Estudo.

Mais ainda: rotina de estudo.

Por mais que alguém diga que descobriu um novo "botão" psicológico que vai acelerar o seu aprendizado, nunca, nunquinha, jamais, será algo tão automático que não precise ser colocado em uma rotina. Aí é que começam as dificuldades:

O que estudar primeiro?

Como um truque ajuda em outro?

Qual é o conjunto de habilidades que merece atenção especial?

E se aparecer um novo problema desconhecido?

Quanto tempo me dedicar em cada coisa?

Quando dar um problema por resolvido?

Nesse ponto os construtores de truques começam a fraquejar, mas eu não.

Texto: Felipe Scagliusi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...