Escola

CLIQUE AQUI PARA VISITAR O NOSSO SITE OFICIAL

Endereço e contatos:

UNIDADE I - Rua. Tab. Eurydice de Barros Esteves, 156, Mangabeira I, João Pessoa, Paraíba 58055-450, Brasil

Contatos:
Oi (83)98740-2530 (WhatsApp)
Tim (83)99966-6875
Claro (83)99102-3221
Vivo (83)98101-7208

Sobre o fundador... Visite as redes sociais do Prof. Elvis Chaves...

E-mail: profelvischaves@yahoo.com.br
Blog
Site oficial
Facebook
Google+

YouTube

Use o GPS:


FAÇA SUA BUSCA NO BLOG AQUI

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

O terrível primeiro ano.


Posso ouvir daqui dezenas de professores dizendo para você ter "pensamento positivo", pois assim poderá aprender a tocar piano. O que essa psicologia barata pretende esconder é o seguinte: 

O seu primeiro ano de estudo do instrumento será TERRÍVEL. 

Você terá a sensação de que faz tudo errado. Erra as teclas, erra os saltos, erra o ritmo, confunde os conceitos teóricos e por aí vai.

Não importa quanto talento você tenha e quanta garra coloque nos estudos, você sempre terá uma sensação amarga no primeiro ano ao piano. Mas isso é APENAS uma sensação, não é a verdade realmente. O que realmente está acontecendo é o processo de aprendizagem que de fato NECESSITA dos erros para criar uma base de experiência. Depois desse tempo terrível, ao olhar para trás, você perceberá que a sensação de derrota foi exagerada e que você realmente aprendeu algo. Isso não quer dizer que você deve insistir em ter "pensamento positivo". 

Tenho experiência como professores e alunos desde 1998 e posso constatar que a maioria dos estudantes bem sucedidos de piano e teclado não são "positivos". Você precisa ser cruel consigo mesmo e com o seu tempo:

Corte tudo aquilo que lhe atrasa e que não seja eficaz.

Assim você pode parar de perder tempo. Mas lembre-se que negar e reprimir as suas emoções negativas é como tomar uma faca afiada e castrar a sua criatividade, a sua capacidade de resolução de problemas, e o seu entusiasmo para atravessar os obstáculos para realizar grandes coisas. 

Esses sentimentos podem lhe dar força quando você está desanimado. E energia quando você está cansado. E, sim, inspiração quando você está sem inspiração.

A chave é não insistir em um estado de negatividade perpétuo. (Isto é, se você valoriza a sua saúde física e emocional.). Mesmo Bruce Banner só permite que o Hulk saia quando o monstro é necessário. Mas, quando o vilão é derrotado, ele se transforma em Banner novamente.

Texto original: Felipe Scagliusi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...